Me visitam

maio 07, 2010

Leia sussurando


Eu não posso ficar só , não por muito tempo, não sem muito o que fazer.
Você já chegou perto da linha loucura? É nessa que eu piso sempre que estou só e em ócio.
E a loucura é alguma coisa coisa tão tentadora, basta que você viaje sozinho por duas horas com a vista do mar e montanhas que tem cores diferentes, basta que você ouça uma musica e esteja levemente enfurecida, ah a loucura te tenta e sem você perceber, sem sair do que seria a "aceitação social de normalidade" você atravessa margem que delimita a sanidade, sem que ninguem saiba você esteve lá e você ainda é de cá.
Não meu amigo, não vamos fazer alarde, nem vamos nos imaginar com super poderes, o que acontece aqui fica aqui, na verdade é uma confissão pessoal que não precisa de avaliação, eu voltei mas ninguém me garante que linha que agora me parece bem mais tenue não torne a me seduzir, preciso deixar um caminho com farelos de pão, pra saber o caminho de volta preciso me guiar pelo labirinto do Minotauro que construi dentro de mim, é lá sozinha, quieta e vaga que fica minha loucura , ela ri eu rio, nós sabemos que temos intimidade.






"Tudo posso ser, minha alma errante e meu espírito livre me dizem somente uma certeza: Sou humano, demasiadamente humano."

2 comentários:

vanessa disse...

Realmente, a loucura é tentadora.

Seguindo...

Leo disse...

Estou só, sem o que fazer, por muito tempo já. estou do lado de cá, vi a linha, ja cruzei, ja voltei, é perto, é perto, bem alí dentro.

Um Beijo e um sussuro.